­

menino com placa com a palavra "fome""Estão chegando os dias", declara o SENHOR, o Soberano, "em que enviarei fome a toda esta terra; não fome de comida nem sede de água, mas fome e sede de ouvir as palavras do SENHOR. Os homens vaguearão de um mar a outro, do Norte ao Oriente, buscando a palavra do SENHOR, mas não a encontrarão. Naquele dia as jovens belas e os rapazes fortes desmaiarão de sede." - Amós 8:11-13

O profeta Amós viu um dia em qual um terrível desastre afligia a terra, uma verdadeira calamidade pública. Essa catástrofe não seria um terremoto, nem um tsunami ou uma inundação, mas uma desoladora fome que mataria jovens e velhos, ricos e pobres, do norte ao sul do país.

Porém, o profeta predisse que a escassez não seria de pão para comer nem de água para beber, mas, pior ainda, uma carência da verdadeira Palavra de Deus. Isso seria, sem dúvida, a pior de todas as fomes, porque, como o próprio Senhor Jesus afirmou, "nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus"1. A consequência da falta da Palavra de Deus é a morte espiritual.

Leia mais
­